Investigação de Surto Alimentar


Doença Transmitida por Alimento (DTA), também conhecida por Doença de Transmissão Hídrica e Alimentar (DTHA), é a síndrome causada pela ingestão de alimentos ou água contaminada. Existem mais de 250 tipos de DTA no mundo, podendo ser causadas por bactérias e suas toxinas, vírus, parasitas intestinais oportunistas ou substâncias químicas.

O quadro clínico depende do agente etiológico envolvido. Os sinais e sintomas mais comuns são náusea, vômito, dor abdominal, diarreia, falta de apetite e febre e geralmente tendem a desaparecer em alguns dias.

O diagnóstico de DTA é feito por exames laboratoriais (clínicos e bromatológicos), que devem ser realizados de acordo com as possíveis hipóteses levantadas a partir da investigação epidemiológica. Essas análises são realizadas pelos Laboratórios de Saúde Pública. O principal material das amostras clínicas são as fezes, mas a depender da hipótese diagnóstica também poderão ser coletadas amostras de sangue, urina, entre outros.

O tratamento para DTA deve ser específico para cada caso. Por ser, em geral, uma doença autolimitada, o tratamento realizado é baseado na sintomatologia do paciente afetado, visando evitar a desidratação.

A prevenção inclui práticas de higiene pessoal e coletiva e manejo adequado de alimentos para consumo.


Surto é a ocorrência de dois ou mais casos de uma manifestação clínica semelhante, relacionados entre si no espaço e no tempo e caracterizados pela exposição comum a um alimento suspeito de conter microrganismos patogênicos, toxinas ou venenos.

A investigação de surto de DTA é realizada de forma integrada pela Vigilância Epidemiológica, Vigilância Sanitária e Laboratórios de Saúde Pública.

A ocorrência de surtos é de notificação compulsória, sendo dever de todo cidadão comunicar à autoridade sanitária a ocorrência de surto de DTA.

A contaminação do alimento pode acontecer em várias etapas da cadeia produtiva, desde o produtor ou na indústria, passando pelo preparo da refeição até o consumo final. Por isso, é importante seguir todas as normas técnicas de Boas Práticas para Serviços de Alimentação e Procedimentos Operacionais Padronizados (POPs), que estabelecem instruções sequenciais para a realização de operações rotineiras e específicas dentro na produção, armazenamento e transporte de alimentos, como limpeza, desinfecção, higienização, entre outros.


No Restaurante Universitário, além do atendimento às normativas higiênico sanitárias, amostras de todos os alimentos e água servidos em cada uma das refeições são coletadas todos os dias e armazenadas por 72 horas. Em caso de suspeita de contaminação, essas amostras podem ser sujeitas a análise microbiológica para investigação de DTA.

Ao suspeitar de ter ingerido algum alimento ou água contaminado no RU:


1) Procure imediatamente atendimento médico.


2) Registre a ocorrência na Gerência do RU o quanto antes para que se inicie a apuração.

Preencha a Ficha individual para investigação de surto alimentar

Salve o documento e envie para o e-mail: ru.cba@ufmt.br

Em caso de dúvidas, fale com a gente pelo WhatsApp do RU: (65) 3615-8090

                        

3) Registre a ocorrência na Vigilância Sanitária Municipal.

              Em Cuiabá: 3617-1483 / 1487


- Ou na Vigilância Epidemiológica Municipal.

              Em Cuiabá: 3617-1484 / 1485


4) Caso tome conhecimento de outros casos, oriente a seguir essas etapas.



Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30