Histórico e Panorama

O Programa de Pós-graduação Nutrição, Alimentos e Metabolismo (PPGNAM) está localizado na Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso, na cidade de Cuiabá, estado de Mato Grosso, que pertencente a Amazônia Legal. A partir de 2023, as linhas e sublinhas de pesquisa, passaram a  se chamar: 


1) Alimentos e Metabolismo   e   2)Nutrição e Saúde  

Divididas em 4 sublinhas de investigação:

1.1 Alimentos;

1.2 Metabolismo;

2.1 Epidemiologia Nutricional e Nutrição Clínica;

2.2 Saúde e Políticas Públicas em Alimentação e Nutrição.


Conheça o histórico do curso:

Até meados de 2007, os docentes da Faculdade de Nutrição da Universidade Federal de Mato Grosso (FANUT/UFMT), interessados em desenvolver pesquisa stricto sensu, só tinham a opção de credenciamento junto ao programa da Faculdade de Medicina da UFMT. Em 2003, as professoras doutoras do Departamento de Nutrição, ainda vinculadas a Faculdade de Enfermagem e Nutrição, Márcia Queiroz Latorraca e Maria Helena Gaíva, deram início à pesquisa no campo da Nutrição na UFMT. A partir de 2005, com a criação da Faculdade de Nutrição e demais unidades acadêmicas da UFMT, propiciando o ingresso de novos professores doutores junto à instituição, a ideia de propor um novo curso de mestrado começou a amadurecer.


No ano de 2007, quando o Curso de Graduação Bacharelado em Nutrição da UFMT completava 29 anos, o Curso de Mestrado em Biociências foi aprovado pelo Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade Federal de Mato Grosso (Resolução Consepe n° 17/2007) e reconhecido pelo Conselho Técnico Científico da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CTC/CAPES/MEC),  sendo recomendado com conceito 3 (Portaria nº 87, de 17 e Janeiro de 2008) e tendo seu início no primeiro semestre de 2008, na Área Medicina II da CAPES. Assim, em 2007, contando em sua maioria com recém-doutores, produtivos, provenientes de diferentes instituições públicas de excelência, como USP, UNICAMP, UNESP, UNIFESP e UERJ; decidiu-se pleitear a abertura de um programa stricto sensu. Havia demanda por pesquisas e por profissionais com formação em nutrição, até o momento direcionada para a Faculdade de Medicina, ou ainda, para especialização na área de nutrição clínica, lato sensu.


 No ano de 2009, com recursos do programa do Governo Federal de apoio a reestruturação e expansão das universidades federais (REUNI), a Faculdade de Nutrição passa a ofertar também o curso de graduação em Ciência e Tecnologia de Alimentos, com a contratação de 16 professores, em maioria doutores, para compor o corpo docente do curso de graduação em questão. E em 2011, o Programa de Pós-graduação Biociências foi então contemplado com a aprovação na chamada pública MCTI/FINEP/CT-INFRA - PROINFRA 01/2011, para a construção do Centro de Pesquisa em Nutrição, Metabolismo e Doenças Metabólicas, no valor de R$ 1.873.837,00. Embora o recurso financeiro não tenha sido liberado até o momento, inviabilizando o início desta obra, a Faculdade de Nutrição conquistou um novo espaço em 2013. O espaço possibilitou a estruturação de 11 laboratórios com 110m2, além de novas salas de professores. Essa conquista possibilitou aumentar o espaço físico disponível para a realização das pesquisas e ensino, além da modernização dos laboratórios, com aquisição de equipamentos de alta robustez. A partir deste momento, a Faculdade de Nutrição passa a se dividir fisicamente em dois blocos, Bloco A e Bloco B.  


Em 2014, após seis anos do início de suas atividades, o corpo docente do programa começa a detectar assimetrias entre a linha Nutrição, Exercício e Rendimento Físico e as demais, principalmente em relação à qualidade da produção bibliográfica. Diante dessa dificuldade, o colegiado segue a orientação do coordenador na área de Nutrição na CAPES e, em conjunto com a pró-reitoria de pós-graduação da UFMT, levanta os pontos que deveriam sofrer alterações para possibilitar um salto de qualidade no programa. Dentre essas modificações, são consideradas a mudança do nome do curso, a exclusão da linha Nutrição, Exercício e Rendimento Físico e a reestruturação das duas linhas remanescentes. Na ocasião, o curso contava com três linhas de pesquisa: Epidemiologia Nutricional; Metabolismo e Transdução de Sinais; e Nutrição, Exercício e Rendimento Físico. Havia 14 docentes permanentes (DP), todos com dedicação exclusiva, sendo três na linha Nutrição, Exercício e Rendimento Físico; dois na Epidemiologia Nutricional e nove em Metabolismo e Transdução de sinais - sendo desta última linha, a única bolsista produtividade em pesquisa do CNPq no programa à época.


Essas alterações foram efetivadas em 2015 com a mudança do nome do Programa de Pós-graduação Biociências para Programa de Pós-graduação Nutrição, Alimentos e Metabolismo (PPGNAM), agora com duas linhas de pesquisa, a saber: 1) Alimentos e Metabolismo; e 2) Clínica e Epidemiologia Aplicadas à Nutrição; divididas em 4 sublinhas de investigação: 1.1 Alimentos; 1.2 Metabolismo; 2.1 Clínica aplicada à Nutrição; e 2.2 Epidemiologia aplicada à Nutrição.  Assim, o PPGNAM encerra o ciclo da Quadrienal 2013 – 2016 juntando-se a Área CAPES de Concentração Nutrição, se desvinculando da área de Medicina II. Importante destacar que área de Nutrição foi criada em junho de 2011, sendo composta atualmente por 36 programas: quatro cursos de mestrado profissional, 32 cursos de mestrado acadêmico e 14 cursos de doutorado acadêmico.  De acordo com as avaliações da CAPES, o curso de mestrado do PPGNAM obteve conceito 3 nas três primeiras avaliações (2007-2009, 2010-2012; 2013-2016), passando para nota 4 na avaliação do quadriênio 2017-2020.

 

Em 2023, sentindo a necessidade de revisitar novamente as linhas de pesquisa do programa, considerando o atual corpo docente e os projetos financiados em andamento, sob coordenação dos docentes permanentes, passou-se a visualizar os objetivos e projetos em uma única área de conhecimento, agora denominada “Alimentos e Nutrição”. A partir de 2023, as linhas e sublinhas de pesquisa, passaram a se chamar: Alimentos e Metabolismo;  Nutrição e Saúde;  Divididas em 4 sublinhas de investigação: 1.1 Alimentos; 1.2 Metabolismo; 2.1 Epidemiologia Nutricional e Nutrição Clínica; 2.2 Saúde e Políticas Públicas em Alimentação e Nutrição. A mudança também reflete o crescimento, e empenho, do programa no que tange a Inserção Social.



Programa de Pós-graduação em Nutrição, Alimentos e Metabolismo - PPG-NAM em números

Dados acadêmicos do PPGNAM

Painel UFMT da Pós-graduação
Avaliação CAPES do PPGNAM

                         

Confira Abaixo o Panorama dos cursos de Pós-graduação em Nutrição no Brasil:


Atualmente existem 28 programas de pós-graduação que compõem a área de Nutrição. São ao todo 25 mestrados acadêmicos, doze doutorados e três mestrados profissionais, totalizando 40 cursos. Nos  últimos cinco anos, foram criados sete cursos de mestrado acadêmico, cinco de doutorado e três de mestrado profissional (Figura 1).





Figura 1. Evolução do número de cursos de mestrado (acadêmico e profissional) e doutorado da  área de Nutrição entre 2011 e 2016. Documento de área da Nutrição, 2013-2016.
        

A atual distribuição regional dos programas é a seguinte: Sul (n=4; 14,3%), Sudeste (n=13;  46,4%), Nordeste (n=8; 28,6%) e Centro-Oeste (n=3; 10,7%). A área ainda não possui programas na região Norte (Figura 2).





Figura 2. Distribuição regional dos programas de pós-graduação (mestrado acadêmico, mestrado  profissional e doutorado) da área de Nutrição. Documento de área da Nutrição, 2013-2016.





Quadro 1. Lista de programas segundo a região do país, o nível, a nota na Avaliação Trienal 2013 e  o ano de início das atividades. Documento de área, 2013-2016.





FONTE: Documento da área de Nutrição elaborado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES) - 2016




Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30