Plano de Ensino

DISCIPLINAS OBRIGATÓRIAS


INTRODUÇÃO À AGRICULTURA TROPICAL (DISCIPLINA OBRIGATÓRIA)



INTRODUÇÃO À METODOLOGIA CIENTÍFICA (DISCIPLINA OBRIGATÓRIA)

EMENTA: Ciência: Conhecimento científico e outras formas de conhecimento. Método científico: hipótese, observação/experimentação. Métodos qualitativos e quantitativos na pesquisa agrícola. Pesquisa bibliográfica. Projeto de pesquisa. Artigos científicos, dissertações e teses. A ementa da disciplina tem os seguintes enfoques: (a) utilidade da revisão bibliográfica, (b) teoria da pesquisa científica e (c) elaboração de documentos científicos (relatórios, dissertações, teses, artigos) segundo as normas das instituições.

PROFESSORAS: 1 - DRA KATIUCHIA PEREIRA TAKEUSHI 2 - DRA ELISAMARA CALDEIRA DO NASCIMENTO



MÉTODOS ESTATÍSTICOS I (DISCIPLINA OBRIGATÓRIA)

EMENTA: Conceitos e princípios básicos da experimentação. Teste de hipóteses. Testes de comparações múltiplas. Delineamentos experimentais. Planejamento e análise de experimentos com vários fatores. Experimentos fatoriais. Experimentos em parcelas subdivididas. Regressão e correlação.
PROFESSORES: 1- Prof. Dr. Joadil Gonçalves de Abreu 2- Prof. Dr. Ricardo Santos Silva Amorim 3- Prof Dr. Nelcino Francisco de Paula 


 PESQUISA ORIENTADA (DISCIPLINA OBRIGATÓRIA PARA O DOUTORADO)

EMENTA: Fundamentação, importância da Pesquisa Científica e desenvolvimento de artigos científicos. 
PROFESSORES: José Holanda Campelo Júnior


SEMINÁRIOS (DISCIPLINA OBRIGATÓRIA)

EMENTA: Capacitar os estudantes a elaborar e apresentar um projeto de pesquisa, propiciando a oportunidade de defender uma proposta de trabalho científico



DISCIPLINAS COMPLEMENTARES


ESTÁGIO DE DOCÊNCIA I (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)



 FERTILIDADE DO SOLO (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)

EMENTA: Composição do solo; fração coloidal e adsorção iônica; acidez e correção do solo; matéria orgânica do solo; macronutrientes no solo; micronutrientes no solo; elementos benéficos e tóxicos no solo; avaliação da fertilidade do solo; recomendação de fertilizantes e condicionadores do solo; formulação de fertilizantes.

PROFESSORES: Milton Ferreira de Moraes



 MANEJO DO SOLO E NUTRIÇÃO DE PLANTAS FORRAGEIRAS (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)

EMENTA:  Considerações sobre a importância das plantas forrageiras; Importância da adubação para as plantas forrageiras. Calagem e gessagem em áreas para cultivo de forrageiras. Nutrição e adubação de gramíneas e leguminosas forrageiras. Adubação de pastagens consorciadas. Adubação de áreas com forrageiras destinadas à fenação e ensilagem. Práticas conservacionistas de solo em áreas cultivadas com pastagens; Recuperação de pastagens degradadas. Métodos químicos e físicos de recuperação de solos cultivados com pastagens. Estudo de casos.

PROFESSORA: Edna Maria Bonfim da Silva


EMENTA:  Considerações gerais sobre nutrição mineral de plantas; os elementos essenciais (nutrientes) e suas funções nas plantas; absorção, transporte e redistribuição dos nutrientes; preparo de soluções nutritivas; sintomas de deficiência e excessos; Interações entre nutrientes; exigências nutricionais das culturas; avaliação do estado nutricional das plantas; relação entre nutrição vegetal, estresses bióticos/abióticos e qualidade dos produtos agrícolas.

PROFESSORES: Milton Ferreira de Moraes


QUÍMICA E MINERALOGIA SOLO (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)



 RELAÇÕES SOLO-PLANTA-ATMOSFERA (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)

EMENTA:  Potencial da água no solo, na planta e na atmosfera e seus componentes, equações de movimento da água no solo sob fluxo saturado e não saturado. A solução do solo: termodinâmica de soluções, capacidade de troca iônica, fluxo de íons no solo. Movimento de gases no solo. Temperatura e fluxo de calor no solo. Dinâmica da água na planta: equações de transporte, absorção de água pelas raízes; transporte no xilema; ascensão da seiva. Fluxos de vapor d'água e de dióxido de carbono entre as plantas e a atmosfera. Fluxos de energia entre a planta e a atmosfera. Balanço hídrico da planta: fatores que afetam a absorção e a perda de água pela planta; balanço de água da planta e indicadores vegetais do déficit hídrico e métodos de medidas.

PROFESSORES: Tonny José Araújo da Silva


SISTEMA DE INTEGRAÇÃO LAVOURAPECUÁRIA (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)


 RECURSOS GENÉTICOS (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)

EMENTA: Conceitos Básicos sobre biodiversidade, recursos genéticos, evolução e variabilidade de espécies. Conservação “in situ” e “ex situ” de recursos genéticos vegetais. Legislação, Manejo e uso de recursos genéticos. Biotecnologia, proteção da biodiversidade e propriedade intelectual. Biopirataria e Bioprospecção. Recursos genéticos e conhecimento tradicional. Conservação “on farm”. Unidades de conservação.



EMENTA: Caracterização do ambiente tropical e da diversidade vegetal no mesmo (floresta tropical, savana, manguezal, ambiente costeiro, páramo, processos de adaptação e aclimatação), (b) Relações hídricas (a água no sistema solo-planta-atmosfera, hidráulica das plantas, ecofisiologia do estresse hídrico), (c) Metabolismo primário (fotossíntese, respiração e fotorrespiração, modelos matemáticos de resposta da fotossíntese à luz, modelo bioquímico da fotossíntese em plantas C3, eficiência no uso de água e de luz, ecofisiologia da fotossíntese), (d) Nutrição mineral (aspectos fisiológicos, eficiência no uso de nutrientes e ecofisiologia da nutrição mineral), (e) Crescimento e desenvolvimento (análise de crescimento clássica e funcional, efeito da temperatura e graus dia).


DINÂMICA DA MATÉRIA ORGÂNICA DO SOLO (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)

EMENTA: Introdução, conceitos, composição e constituintes da MOS. Biomoléculas e Substâncias Húmicas (SHs): Evolução, características das SHS substâncias húmicas (SHs). Compartimentos da MOS. Mecanismos de proteção da MOS. Identificação dos compartimentos operacionais. Frações da MOS. Características das frações. Modelagem para o estudo da MOS. Dinâmica da MOS e mecanismos da estabilização da MOS. Interações entre fração orgânica e mineral, Principais reações da MOS. Níveis Hierárquicos. Caracterização da MOS: Princípios básicos dos métodos de extração física. Métodos físicos - fracionamento densimétrico (Fração leve, fração pesada, fração oclusa); Caracterização da MOS: Método físico – granulométrico, Método físico densimétrico; Método químico.



 FÍSICA DO SOLO (DISCIPLINA COMPLEMENTAR)

EMENTA: Introdução ao estudo da física do solo e sua relação com o sistema de produção. Propriedades físicas do solo: textura, estrutura, densidade, porosidade, consistência, resistência mecânica. Dinâmica da água no solo: infiltração e retenção de água. Relação solo-água-planta-atmosfera. Manejo das propriedades físicas do solo.



TÓPICOS ESPECIAIS



 TECNOLOGIA E FISIOLOGIA DE SEMENTES (TÓPICOS ESPECIAIS)

EMENTA: Conceitos e importância das sementes. Controle de Qualidade. Formação, maturação e estrutura das sementes. Dormência e germinação de sementes. Longevidade e deterioração: sementes recalcitrantes e ortodoxas. Vigor de sementes. Aspectos da produção de sementes. Armazenamento de sementes. Análises de sementes. Pesquisa em fisiologia de sementes.

O USO DAS FICHAS DE REFLEXÃO NAS CIÊNCIAS DA TERRA  (TÓPICOS ESPECIAIS)



 SISTEMAS AGRÍCOLAS TROPICAIS (TÓPICOS ESPECIAIS)



PROGRAMACAO EM R

EMENTA: Compreensão do ambiente R, conhecimento dos fundamentos de programação em R, realização dos análises estatísticas básicas em R, realização de visualizações básicas em R.

PROFESSOR: Maria O’Healy Hunter

 Aplicação de SIG e Processamento Digital de Imagens para Avaliação Ambiental

EMENTA: Representação geográfica. Sensoriamento remoto. Georreferenciamento. Incerteza na representação geográfica. Banco de dados geográficas (QGIS). Análise de Imagens. Classificação de Imagens. Índices de Vegetação. Dependência Espacial. Modelagem espacial. Modelagem digital de terreno.

PROFESSOR: Maria O'Healy Hunter

EMENTA: Histórico do manejo dos solos no Brasil. Caracterização do solo, atributos físicos e a dinâmica da água no solo. Princípios que fundamentam o manejo dos solos. Meio ambiente e solos de cerrados. Importância das propriedades físicas do solo na produção agrícola. Sistemas de cultivo em solos tropicais. Práticas conservacionistas. Caracterização dos sistemas de manejo do solo aos diferentes usos do solo em áreas agrícolas e florestais. Integração de práticas de manejo do solo com a sustentabilidade do processo produtivo na agricultura. Manejo dos solos e a agricultura digital.

PROFESSOR: João Carlos de Souza Maia

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78605-091

(66) 3402-0736

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Residencial Cidade Jardim - Sinop - MT
CEP: 78550-728

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30