A definição da língua nacional falada/escrita no período da República é tema de doutorado
 UFMT - A definição da língua nacional falada/escrita no período da República é tema de doutorado

A definição da língua nacional falada/escrita no período da República é tema de doutorado

Publicado em Notícias | 21/05/2019

A tese “A República Brasileira e a Definição de uma Língua Nacional: As posições discursivas de Olavo Bilac e Mário de Andrade”, da doutoranda Neila Barbosa de Oliveira Bornemann, do Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem (PPGEL), da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), será defendida nesta terça-feira (21), às 14 horas, no auditório do Programa de Pós-Graduação em Educação (PPGE), do Instituto de Educação (IE).
O trabalho, orientado pela professora Maria Inês Pagliarini Cox, buscou analisar as relações interdiscursivas entre os discursos separatista e legitimista no tocante à questão da língua nacional falada/escrita no Brasil, focaliza-se a cena literária brasileira, por meio de dois movimentos contíguos e antagonistas, parnasianismo e modernismo, representados nesta investigação por Olavo Bilac e Mário de Andrade, respectivamente.
A banca examinadora será composta pelos professores da UFMT Roberto Leiser Baronas e Elias Alves de Andrade, e pelas professoras Judite Gonçalves Albuquerque e Rejane Centurion Gambarra e Gomes, da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), como examinadores externos.
O evento também marcará o lançamento do livro da doutoranda, em coautoria com a orientadora, intitulado “Mário de Andrade e a Fala Brasileira”. Neila Barbosa de Oliveira Bornemann é técnica-administrativa da UFMT, lotada na Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP).

Imprimir Enviar Notícia

Rodapé Animado UFMT