PORLiz Brunetto
Bolsista, com supervisão da Gerência de Imprensa

DATA06 de Outubro de 2020

COMPARTILHE

Acadêmico

Evento discute relação dos humanos com demais espécies

Atividade contará com a participação de diversos pesquisadores
Atividade contará com a participação de diversos pesquisadores Reprodução
Atividade terá participação de pesquisadores do Brasil e exterior

Nesta quinta feira (08), às 13h (horário de Cuiabá), acontecerá o evento online “Nós e os outros: porque a espécie humana nunca viveu sozinha”. O encontro conta com a participação de pesquisadores de várias instituições nacionais e internacionais e propõe uma reflexão a cerca da relação entre os humanos com as demais espécies.  A iniciativa tem o apoio do Programa de Pós- graduação em Estudos de Cultura Contemporânea (ECCO) da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). A transmissão será feita na página do Facebook do ECCO.

A discussão sobre a relação entre animais humanos e não humanos foi, por um longo período, uma temática negligenciada, entretanto tem ganhado cada vez mais espaço. “Há uma série de relações que são relações sociais e que não eram estudadas pela sociologia que, até então, só estudava a relação entre seres humanos. Temos que lembrar que a própria ciência nasce num contexto de antropocentrismo, ou seja, coloca o homem como o centro de tudo, e as demais espécies como inferiores, uma relação de dominação que hoje é discutida”, explica a professora Juliana Abonizio, uma das organizadoras do evento.

O encontro traz ao centro do debate estudos sobre a temática a partir de diversas perspectivas, como os animais usados para consumo de carne, pele ou como cobaias, os animais de estimação, os usados como meios de transporte, os que são vetores de doenças e os atrativos para o turismo. Uma forte relação de dominação e exploração desses animais. 

“Não vivemos sozinhos. Os humanos não vivem sozinhos, dividem a cidade, o espaço, com outras espécies, ou invadem esses espaços. Têm espécies com as quais convivemos harmoniosamente, principalmente com cães, que são os animais preferidos para estimação. Por outro lado, temos animais que são considerados pragas, que são evitados e assassinados”, relata a docente.

Existem exemplos práticos que demonstram como as alterações dessa relação se apresentam no dia a dia, como espaços públicos adaptados para receber animais de estimação, os chamados espaços pet friendly, que alteram a arquitetura dos lugares. Outra mostra é o aumento da preferência de produtos cruelty-free, ou seja, que não possuem em sua composição ingredientes de origem animal ou que não testam seus produtos em animais.

A premissa do evento é “entender que não estamos sozinhos e compreender como nos relacionamos com outras espécies e como devemos nos relacionar”, conclui a docente. As temáticas abordadas fazem parte de artigos que compõem um dossiê que será publicado na Revista Estudos de Sociologia da Universidade Estadual Paulista (UNESP), fruto de duas propostas semelhantes, que unidas falaram sobre animais na contemporaneidade.

Serão abordados os seguintes temas: O melhor amigo do homem: afetos e cachorros no Brasil em perspectiva sociológica; Proteção animal e políticas públicas; Animais, alimentação e classe social; O mercado do boi gordo: “modernizando” técnicas, gado e gente; Crime ou acumulação de animais? O papel das redes sociais no entendimento dos acontecimentos de Santo Tirso.

Além da professora Juliana Abonizio o evento tem como organizadora a professora Teresinha Prada também do PPG-ECCO.

Depois do evento, o material será disponibilizado na página do YouTube do ECCO.


TAGS:

Fique sempre informado com as principais notícias da UFMT.

Logo da UFMT
Câmpus Cuiabá

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-8000

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Araguaia

Unidade I - Pontal do Araguaia
Avenida Universitária, nº 3500
Pontal do Araguaia - MT
CEP: 78698-000

(66) 3402-1108

Unidade II - Barra do Garças
Avenida Valdon Varjão, nº 6390
Barra do Garças - MT
CEP: 78607-059

(66) 3402-0701

Funcionamento Administrativo 08:00 às 11:30 e das 14:00 às 17:30 (horário local)

Câmpus Sinop

Avenida Alexandre Ferronato, nº 1200
Bairro Setor Industrial - Sinop - MT
CEP: 78557-267

(66) 3533-3100

(66) 3533-3122

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Câmpus Várzea Grande

Av. Fernando Corrêa da Costa, nº 2367
Bairro Boa Esperança - Cuiabá - MT
CEP: 78060-900

(65) 3615-6296

Funcionamento Administrativo 7h30 às 11h30 e 13h30 às 17h30

Contribua com o desenvolvimento do novo portal. Sua opinião é muito importante!