Apresentação

O ritmo acelerado de degradação do patrimônio natural supera em muito a capacidade atual da ciência de documentar e descrever a biodiversidade brasileira sem perda sensível de informação. Neste contexto, a grande diversidade das regiões norte e centro-oeste do país é hoje alvo de empreendimentos altamente impactantes do ponto de vista ambiental. Este cenário se reflete no crescimento e importância dos acervos zoológicos de centros regionais, que são fonte insubstituível de dados de biodiversidade faunística.

Sendo assim, a demanda de pessoal qualificado para trabalhar em biodiversidade e biologia animal direciona ao estabelecimento de um Programa de Pós-graduação em Zoologia na UFMT, com a meta de formar mestres que dominem conhecimentos nas áreas de história natural, taxonomia, sistemática, biogeografia e evolução, desenvolvendo uma visão integrada da zoologia e capacitando-os a elaborar, desenvolver e avaliar projetos de pesquisa nessa área.