Campus Universitário de Sinop

 

 A 500 Km da capital Cuiabá, o município de Sinop possui uma área de 3.194 Km2 e é o principal pólo econômico e universitário do norte do estado, com população de 105.762, segundo dados do IBGE de 2007, localizando-se às margens da rodovia BR-163.

 
A cidade foi fundada em 13/09/1974 e seu nome é a consiste na sigla da Colonizadora - Sociedade Imobiliária Noroeste do Paraná – que:
 
Atendendo ao chamamento do Governo Federal, que pretendia à época, povoar a região amazônica, objetivando a sua integração ao território nacional, a Colonizadora Sinop aceitou o desafio de implantar um projeto de colonização particular em uma área aproximada de seiscentos mil hectares, em plena selva amazônica, sem qualquer ligação com outras regiões, a não ser por precárias estradas e picadas abertas no meio da mata.[1]
 
 
Há também um grande potencial estudantil, como se constata pelo portal do IBGE, baseado em dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (INEP)/MEC, que registra 6.221 matrículas no Ensino Médio, em escolas estaduais e privadas, somente na cidade de Sinop. 
 
Como se percebe, a região Norte do Estado de Mato Grosso, composta por 8 microrregiões, com uma população estimada em mais de 600 mil habitantes tem as atividades econômicas assentadas na agropecuária, com as culturas de soja, algodão, arroz, milho, exploração de madeira e pecuária de corte, possuindo alto potencial para consolidação de um parque industrial, assim como expressiva demanda de futuros acadêmicos. A consolidação das atividades das universidades – ensino, pesquisa e extensão – que constituem o suporte necessário para desenvolvimento científico, tecnológico e cultural do país, não será possível sem o fortalecimento das instituições públicas.
 
A primeira proposta de implantação de um campus da UFMT em Sinop aconteceu no ano de 1981, com a doação do terreno de 60 hectares feita pelo Colonizador Ênio Pipino; mas, somente no ano de 1991, o Conselho Diretor da Universidade criou o núcleo Pedagógico Norte Mato-Grossense e, no ano de 1992, deu-se a instalação provisória da UFMT em Sinop. Nesse campus, em regime de turmas especiais, já foram oferecidos 6 cursos: Ciências Contábeis, Ciências Biológicas, Direito, Educação Física, Engenharia Florestal e Geografia.
 
A presença da UFMT na região norte do estado tem como perspectiva atender as necessidades dos diversos segmentos da sociedade com base na educação superior, extensão e pesquisa, em busca de constante viabilização de soluções para o desenvolvimento sustentável do espaço rural, por meio da geração, adaptação e transferência de conhecimentos e tecnologias. Em razão da vocação econômica e sócio-cultural, o campus investirá na consolidação de graduações relacionadas à agropecuária, à saúde e à formação de professores, em áreas bastante ausentes na região. Atualmente, oferece oito cursos (Agronomia, Enfermagem, Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia Florestal, Farmácia, Medicina Veterinária, Zootecnia, Licenciatura em Ciências da Natureza, com ênfase em Física, Matemática e Química), com 100 vagas anuais cada. Quando plenamente implantados, os novos cursos atenderão a mais de 3.500 alunos.
 
Devido à sua proximidade com os biomas de Cerrado e Floresta Amazônica, o campus da UFMT, instalado em Sinop em 1993, desenvolve atividades de pesquisa em diversas áreas ligadas ao meio ambiente (como a climatologia, a geomorfologia e as ciências biológicas). Sua consolidação, ampliando a produção de conhecimentos e a formação de recursos humanos adequados à realidade da região, é essencial na busca de desenvolvimento sustentável, com a preservação da biodiversidade e das culturas locais.[2]
 
 
O Campus de Sinop é formado por uma Pró-Reitoria, três institutos, oito coordenações de curso, uma Supervisão de Administração, uma Supervisão de Graduação e uma Supervisão de Pós-Graduação. Os cursos oferecidos são: Agronomia, Enfermagem, Engenharia Agrícola e Ambiental, Engenharia Florestal, Farmácia Medicina Veterinária, Zootecnia e Licenciatura em Ciências Naturais e Matemática com habilitação em Física, Química e Matemática.
           
 


[1] Portal Colonizadora Sinop, disponível em http://www.sub100.com.br/empresas/imob/gruposinop/resp_social.php , acessado em 10/2/2008.
[2] Revista Expansão, disponível em http://portal.mec.gov.br/sesu/arquivos/pdf/expansao/revistaexpansao.pdf,acessado em 10/12/2007.