Portal da Universidade Federal de Mato Grosso - UFMT

Institucional

 

 

O Estado do Mato Grosso (Figura 1) é atendido por duas universidades públicas; a Universidade do Estado do Mato Grosso – UNEMAT e a Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT, sendo estas, uma instituição estadual e federal de ensino, respectivamente, inseridas em um estado que possui 903.357,908 Km2 - é a terceira maior área estadual do Brasil (33.112.897 ha) -, representando 56,23% da Região Centro-Oeste e 10,61% de todo o território brasileiro. Quanto à sua formação como federação da União, podemos considerar dois momentos: em 1750 foi incorporado ao Brasil pelo Tratado de Madri e, em 1977, o antigo Mato Grosso foi dividido entre Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.
 

 

Fonte: Portal Político de Mato Grosso, disponível em http://www.portalpolitico.com.br/mt/index.htm , acessado em 7 abril 2008.

 Figura 1: Mapa do Estado de Mato Grosso, indicando suas grandes regiões e principais municípios.

 
A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), instituída sob a forma de Fundação, foi criada pela Lei no 5.647, de 10 de dezembro de 1970, pela fusão do Instituto de Ciências e Letras de Cuiabá com a Faculdade Federal de Direito de Cuiabá, atende a região Centro Sul, com os cursos da sede, situada na capital Cuiabá. Atualmente além do campus sede, em Cuiabá, existem outros três no interior do estado, o Campus de Rondonópolis que abrange a região sul do estado; o Campus de Barra do Garças, a região leste e o Campus de Sinop, a região norte. Com a participação dos governos federal, estadual e municipais, a UFMT busca interiorizar as ações de ensino, pesquisa e extensão em todo o Estado, através de turmas especiais, Licenciaturas Parceladas, cursos de formação continuada e Ensino à Distância, atingindo mais de 80 dos cento e quarenta e um municípios, alguns distantes mais de 800 km de Cuiabá.
 
A UFMT desempenha funções sociais relevantes e, como tal, compromete-se, através de uma inserção ativa na região, com a construção do devir da sociedade mato-grossense, ofertando cursos em diferentes áreas do saber. Neste sentido, projeta-se como uma instituição que contribui para o desenvolvimento econômico-regional, preocupada com a preservação do ecossistema, com a cultura e com a formação profissional, sendo referência em ensino, pesquisa e extensão na região.
 
Em nível de graduação, além dos cursos regulares, a universidade oferece turmas especiais (em 52 municípios do estado) e cursos de educação à distância (a partir de 1992). Em nível de pós-graduação, há constante oferta de diversos cursos de Especialização (lato sensu) e 19 cursos em nível de Mestrado e 2 em Doutorado (stricto sensu).
 

 

Rodapé Animado UFMT