UFMT recebe Fórum de Acessibilidade e Inclusão




Com o objetivo de discutir temas como acessibilidade e inclusão com toda a comunidade acadêmica e, ao final, contribuir para a criação de políticas institucionais voltadas a pessoas com deficiência (PCDs), a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), por meio da Coordenação de Desenvolvimento Humano (CDH) e Gerência de Capacitação e Qualificação (GCQ), ambas vinculadas à Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP), promoveu a primeira edição do Fórum de Acessibilidade e Inclusão. O evento também foi realizado a partir de uma iniciativa dos servidores PCDs da Universidade.
“Temos muitos estudantes e servidores com vários tipos de deficiências e sabemos que existem diversas ações isoladas que acontecem em prol da inclusão deles, mas entendemos que a UFMT precisa definir uma política e é junto delas que queremos defini-las, construindo com muitas mãos o resultado”, explicou a reitora, professora Myrian Serra, acrescentando que o evento é de grande importância pois possibilita que toda a comunidade apresenta propostas para políticas de acessibilidade na Instituição.
Sensibilização da comunidade acadêmica
Outro fato que culminou na realização do Fórum é que, atualmente, a comunidade acadêmica da UFMT é composta por mais de cem PCDs. Segundo o gerente de capacitação de qualificação e um dos organizadores do evento, André Baptista Leite, esse número aumentará a partir do próximo ano, quando a Universidade receberá novos estudantes com deficiência através de cotas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). “Um dos nossos desafios No fórum é a conscientização e a sensibilização da comunidade acadêmica sobre a importância de não apenas incluir no aspecto estrutural, mas também pensar nos PCDs no aspecto humano, compreendendo que, apesar da deficiência, essas são pessoas dotadas de sentimento e potencialidades e que não podem ser definidos pelas limitações,” analisou.
A pró-reitora de Ensino de Pós-Graduação, professora Ozerina Victor de Oliveira, afirmou que as medidas de inclusão são demandas de todas as famílias de PCDs e apontou que conta com os resultados das discussões do evento para fortalecer as questão da inclusão da instituição.
Já a Pró-Reitora de Assistência Estudantil, professora Erivã Garcia Velasco, salientou o comprometimento com as medidas de inclusão, mas lembrou que essas requerem ações e políticas que garantam também a permanência na UFMT.
Para Natali Auxiliadora Rodrigues de Souza, estudante de pedagogia da UFMT e PCD, o evento é importante pois mostra que existem pessoas com necessidades especiais na Instituições que precisam de adaptações das estruturas e dos cursos para serem incluídos. “Aqui na UFMT às vezes falta acessibilidade mas vejo que as coisas têm melhorado”, opinou.
Por sua vez, o técnico-administrativo Bruno Spindola afirma que o evento é uma pedra angular para a questão da inclusão, tanto nas relações de trabalho, quanto nas questões de ensino. “Nossa intenção é criar, com base nesse fórum, uma nova visão de como lidar com o PCD na UFMT”, concluiu.
Programação
O Fórum de Acessibilidade e Inclusão receberá palestras dos professores da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Izabel Madeira de Loureiro Maior, com o tema “Políticas e direitos para pessoas com deficiência”, e José Antônio dos Santos Borges, tratando da “Habilitação de alunos com deficiência com auxílio de tecnologia assistiva”. Rita de Cássia Oliveira Gomes apresentará “A experiência da divisão de inclusão, acessibilidade e assuntos comunitários da UFRJ”.
O evento, que segue até sexta-feira (15), ainda contará com três palestras e cinco mesas redondas. A programação acontecerá integralmente no Centro Cultural. O fórum recebeu apoio das Pró-reitorias de Administração (Proad), de Ensino de Graduação (Proeg), de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), além da Prae e da Propg e da Secretaria de Infraestrutura (Sinfra).
Além da reitora, da Pró-Reitora de Assistência Estudantil e de Pós-graduação, do gerente de Capacitação e Qualificação, fizeram parte da mesa de honra no evento de abertura, o vice-reitor, professor Evandro Soares, a Pró-reitora de Ensino de Graduação, professora Lisiane Pereira de Jesus, o Secretário de Gestão de Pessoas, Domingo Sávio Sant’Ana, da Coordenadora de Desenvolvimento Humano, Kenia da Silva Lara Bastos e o coordenador-geral do Diretório Central Estudantil (DCE), Vinicius Fernandes.
Confira a programação completa do Fórum.
Confira a galeria de fotos.