Estudantes da UnB iniciam expedição rumo à floresta amazônica
 UFMT - Estudantes da UnB iniciam expedição rumo à floresta amazônica

Estudantes da UnB iniciam expedição rumo à floresta amazônica

Publicado em Notícias | 12/12/2016


Um grupo de 36 alunos da Universidade de Brasília (UnB) embarcou, neste último sábado (10), para uma viagem de duas semanas que percorrerá três Estados brasileiros em busca de uma vivência Amazônica. Os alunos da disciplina Tópicos Especiais sobre a Amazônia, ministrada pela professora Enaile Iadanza, da UnB, embarcaram em uma jornada que passará pelos Estados de Mato Grosso, Rondônia e Acre. Esse Intercâmbio cultural tem por objetivo vivenciar os estudos realizados em sala de aula e aproximar esses estudantes de uma realidade além dos livros e das teorias.
Eles terão a oportunidade de conhecer tribos indígenas, agricultores familiares, populações tradicionais (quilombolas, ribeirinhos, seringueiros), reservas extrativistas, além de apresentar seus estudos na semana Chico Mendes na Universidade Federal do Acre (UFAC), com o apoio do professor Luiz de Azevedo do Departamento de Engenharia Florestal da UFAC. A Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e a Universidade Federal de Rondônia (UFRO) também serão palcos desse intercâmbio estudantil com os estudantes da UnB. O grupo deverá chegar a Cuiabá (MT) no dia 20 de dezembro.
A disciplina Tópicos Especiais sobre a Amazônia é desenvolvida pelo Núcleo de Estudos Amazônicos (NEAz), no qual faz parte dos núcleos temáticos do Centro de estudos Avançados Multidisciplinares (CEAM) da Universidade de Brasília. Essa disciplina abriga alunos das mais diversas graduações da Universidade, enriquecendo o debate e a pluralidade dentro da sala de aula.
Após a primeira edição do programa chamado “Vivência Amazônica”, a intenção é que outros alunos possam ter essa oportunidade e o estudo de campo ser implementado na ementa da disciplina. Estimular o conhecimento de uma temática tão enriquecedora para a formação histórica e social do nosso país, é contribuir para conhecermos nossas raízes.

 

Imprimir Enviar Notícia

Rodapé Animado UFMT