UFMT homenageia Cuiabá Tricentenária na temporada 2018
 UFMT - UFMT homenageia Cuiabá Tricentenária na temporada 2018

UFMT homenageia Cuiabá Tricentenária na temporada 2018

Publicado em Notícias | 13/04/2018

Com o tema “Cuiabá Tricentenária”, a Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) inicia nesta quarta (18) e quinta-feira (19) a temporada artística e cultural de 2018. Coordenada pelas unidades que integram a Pró-Reitoria de Cultura, Extensão e Vivência (Procev), a programação é gratuita e os ingressos começam a ser distribuídos na bilheteria do Teatro Universitário (TU) na próxima terça-feira (17).
Em ambos os dias, as atividades começam às 19h, no Foyer do Teatro Universitário, com a apresentação da Orquestra Cuiabana de Choro, que integra o programa de Extensão “UFMT com a Corda Toda”. Simultaneamente, acontecem duas exposições: acervo digitalizado do Museu de Arte e de Cultura Popular (MACP) e do Patrimônio Imaterial Mato-grossense (Expoimat), em parceria com o Museu Rondon de Etnologia e Arqueologia (Musear) e alusiva ao Dia do Índio.
Também acontece a ação “Mundo Paralelo”, desenvolvida pelo MACP com estudantes da UFMT, e que consiste em um espaço interativo de estímulo à leitura – uma geladeira com livros disposta no local para a troca e doação de obras.
Conforme a coordenadora de Cultura, Thânia Arruda, a proposta de integração, além de conferir visibilidade às ações da UFMT, estabelece uma identidade, fortalecida pela articulação constante com outras atividades e projetos. “Essa proposta de integração foi abraçada por todas as unidades – Coral, Orquestra, Teatro, Cineclube Coxiponés e os projetos de Extensão. As atividades também homenageiam o mês de aniversário de Cuiabá, prestes a completar 300 anos, portanto este é o principal mote da temporada”, prossegue.
Às 20h da quarta-feira (18), o Coral da UFMT, o Coral Infantojuvenil e da Terceira Idade, apresentam o concerto de abertura da temporada, juntamente com o programa “UFMT com a Corda Toda”, o projeto [re]Percute UFMT e o Cineclube Coxiponés, por meio da projeção de imagens na tela em interação com as performances. A apresentação é diversificada, com músicas do repertório popular e clássico, passando por ritmos africanos.
Na quinta-feira (19), é a vez da Orquestra da UFMT abrir os trabalhos para o ano de 2018, às 20h, com repertório voltado para a música erudita, com peças de Mozart, Schubert e Dvórak. Para o maestro da Orquestra, Fabrício Carvalho, a programação integrada possibilita melhor qualidade e mais acesso à sociedade em geral para as ações da UFMT. “A Orquestra, como exemplo desse diálogo com a sociedade, completa 39 temporadas ininterruptas oferecendo música de qualidade aos mato-grossenses”, afirma.
O destaque da apresentação é o “Concerto para Dois Violinos de Bach”, com os solistas Oliver Yatsugafu, professor do Departamento de Artes da UFMT e coordenador do programa “UFMT com a Corda Toda”, e o spalla da Orquestra, Yllen Almeida, egresso da Instituição e com formação internacional.
 

Imprimir Enviar Notícia

Rodapé Animado UFMT