IMG_0009-8

Pesquisadores discutem política e práticas contemporâneas

Cenas da educação brasileira foi tema da sessão especial do segundo dia do ENDIPE, com um auditório repleto de estudantes, professores e pesquisadores os conferencistas Elizabeth Macedo, professora da Universidade do Estado de Rio de Janeiro (UERJ), e Paulo Speller, secretário geral da Organização dos Estados Ibero-Americanos para a Educação, a Ciência e a Cultura – OEI, explanaram sobre as políticas e práticas postas em questão.

Macedo fez uma análise das relações de políticas educacionais e o impacto delas nos currículos. “Entendo que essa tarefa deve ser tratada por diversos autores, como as políticas interferem nos currículos e como alguns currículos podem oferecer centro de resistência às políticas aplicadas”, destacou.

Para Speller o ENDIPE é um encontro que se consolida a cada realização. “Pela primeira vez em Mato Grosso, saindo dos grandes centros, representa um reconhecimento ao nosso programa de pós-graduação, nesse sentido é importante também, porque todo o país está com o olhar para o estado, para nossa universidade, e também possibilita a participação maciça dos professores da região”.

Em sua intervenção Speller, reconheceu a OEI como um organismo que permite projetar a diversidade, fortaleza e unidade das nações ibero-americanas, contribuindo para garantir seu melhor desenvolvimento. “A ênfase será tanto na formação docente, como também na carreira e nas condições de trabalho desse profissional’, disse. “O Brasil vem assumindo papel cada vez mais central no cenário ibero-americano”, concluiu.

 

 

Texto: Gabriela Carvalho

Fotos: Rildo Amorim

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Realização

Patrocínio